segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

Nome

By Bianca Zasso

Dizer teu nome
arranha minha garganta
arde
queima a língua
e levemente sufoca

Em silêncio
espero teu rápido adeus

Qaundo a porta bater
nenhuma lágrima vai surgir.
Apenas vou gritar mais alto.

3 comentários:

Ana B. disse...

bah, me caiu como uma luva.

JAMES PIZARRO disse...

Guriazinha...please !
Respeito o que escreveste e o sentimento que o motivou !
But...nenhum homem merece isso, ainda mais se não teve sensibilidade prá reconhecer em ti uma mulher linda, bem humorada, boa escritora, melhor poeta !
Mas...apesar de tudo...escrever é uma boa catarse, não para nunca de fazê-lo !
Beijo

JP

Fabrício Fortes disse...

bela sequência de poemas, moça.. é sempre bom visitar esse espaço.