segunda-feira, 2 de junho de 2008

Não resisti...

Cá estou eu, no meio do furacão...sem conseguir parar de pensar e escrever.
Um poeminha feito às pressas. é o que temos pra hoje.
Bjus da Bia

Tradução

By Bianca Zasso

Sinto o vento gelado
desenhar no meu rosto
o teu pior poema
Sinto meu coração retardado
dar pulos sem sentidos
e cantar desafinado
pelo menos uma vez por hora
e ele faz isso no meio da confusão
inundando os guardanapos de um restaurante barato
Conselhos soltos
nos teus lábios mornos
e nasce um estrondo
no meu sonho torto
quando teus olhos fogem
ou talvez procurem minha outra face
só que ela não tem a resposta

Minha tradução
não é assim tão simples.

3 comentários:

Caroline Kleinübing disse...

bia!!
amei tudo
teus textos tbm falam de mim
está linkada e será mto lida!
bjão

Tati Py disse...

Bia, a Aninha diz que vai no Bunker sábado. Eu também vou.
Por isso, tu TEM QUE IR!

Beijos, queri!
Te espero lá!

memorabília disse...

nasce um sonho no meu estrondo torto é muito bom!!!!!!!

já nasceu faz tempo uma grande poeta