segunda-feira, 30 de junho de 2008

Confusão

Meu coração é retardado. Não foi nenhum médico que me disse, eu é que sei. Desde que nasci é assim. Mora uma confusão dentro de mim. Uma confusão que é ótima atriz: faz de conta que se controla na frente das visitas sem dar na telha. Mas basta a porta bater pra ela voltar a si.
Não conto pra ninguém, mas gosto dela. Se não fosse por ela, meu som não estaria sempre alto, minhas mãos sempre afoitas, minha mesa cheias de papéias rabiscados e minhas paredes tão cheias de recados pra eu mesma ler e fazer de conta que acredito. É ela que me faz falar mais do que a língua, cometer pecados perdoáveis(não acredito em pecado, mas pensar que é proibido aumenta a vontade), cantar fora do compasso e gostar de ouvir.
Confusão. Gosto dela. Amo, eu diria. Mas bem que ela podia ser compartilhada. Enlouquecer em dupla é mais divertido. E confuso.

Bjus da Bia

Um comentário:

A Fernanda disse...

"Enlouquecer em dupla é mais divertido." Amei!

e roubei pra mim. humpf