quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Presente de natal


Não gosto de natal. Desde pequena é assim. Por mais que tenham os presentes, a família toda junta, a comilança, eu me sinto tristonha. É como se tudo que aconteceu durante o ano voltasse npra minha cabeça. Um milhão de lembranças misturadas. Esse foi um ano maluco. Formatura, emprego,projeto, mudança de rumo, despedidas e descobertas. Pra tentar esquecer um pouco esse monte de coisas que me perseguem, comprei meu presente adiantado, afobada que sou para abrir pacotes. Muitos dvds e meia dúzia de livros. Hoje o correi deu uma de Papai Noel e me trouxe a caixa Audrey Hepburn - Couture Muse Collection. Sete filmes onde Audrey está mais linda do que nunca. Os mais belos olhos castanhos do cinema. Aúnica tristeza é que o box não contém Infâmia, filme de William Wyler que eu considero sua melhor atuação no cinema. Mas esse fica para a próxima. Caso eu não apareça por aqui logo, FELIZ NATAL E BJUS DA BIA!!!!!

Um comentário:

JAMES PIZARRO disse...

Este último mês do ano é o tenebroso mês dos dias excepcionais, isto, é os dias onde as diferenças sociais mais se acentuam.
Uns comem peru e outros, os restos do peru. O detestável panetone que as patricinhas e mauricinhos detestam é dado ao mendigo - como se fosse um largo gesto de generosidade.
Nozes, castanhas, amêndoas, bolos, ceias fartas, champagne, vinhos, etc...para uns. Para outros, o resto de coca-cola morna que sobrou dentro da garrafa plástica na lixeira.
Uma pergunta eu faço :
o que isso tudo tem a ver com o nascimento de Jesus Cristo ?

Beijo de feliz Natal prá ti, Bia, do fundo do meu coração !

James Pizarro