segunda-feira, 4 de maio de 2009

Diga pra eles


Sábado. Faltava pouca pras oito da noite. Meu telefone de bateria pedindo socorro toca.
-Vem pra cá, Bia.
-Daqui 10 minutos eu chego.

Fazia quase um ano que não via aquelas "criaturas". No meio da minha crise mulherzinha(que tenho todo ano), o feriado me presenteia um papo com meus três melhores amigos homens. Eles pegam cerveja e eu peço se tem coca-cola.
-Dá celulite, mas tô nem aí.

Só pra eles eu digo essas coisas sem ficar constrangida. Lá pelo fim da noite, o mais meu amigo dos três me vem com uma perguntinha.

-Oh, Bia, será que tu não me dá uma aula de como entender as mulheres?
-Eu não posso te ensinar nada, mas o Almodóvar pode.
-O Almodóvar? Aquele dos filmes cheios de vermelho?
-Hehehe. É. Ele mesmo.
-Mas eu queria uma resposta pronta. Filme sempre tem entrelinhas. E tu sabe que eu sou péssimo com esse negócio.

Silêncio.

-Fale com ela.
Ele me olha com cara de "quê?".
-Fala com as mulheres. E escuta, também. Todas as respostas aparecem, tu vai ver.

"A mulher precisa ser tocada, mimada, acariciada, você precisa falar com ela, ouvir seus segredos... fale com ela...."
(Benigno)

3 comentários:

Tati Py disse...

Esse filme é lindo demais!
É uma boa dica pra homens que ainda não sacaram que um pouquinho de carinho é tudo o que uma mulher precisa...

Beijos, queri!

Danni disse...

Como sempre, otimo post, Biaaaa :)
Esse é pra enviar pros amigos homens lerem, hehehehe :)

JAMES PIZARRO disse...

Gurias :
Não sejam preonceituosas genericamente !
Tem muito homem - entre os quais me incluo - que entende totalmente o Universo Feminino...que sabe decodificar o Cérebro Feminino...que sabe sintonizar com a Sensibilidade Feminina.
Reconheço que o homaredo tá em crise hoje, com sensibilidade e gentileza crescendo que nem rabo de cavalo : prá baixo.
E não têm a mínima capacidade de entender - por exemplo - que a mulher precisa de uma espécie de garçon (na falta de outro termo melhor). Sim, um garçon...que lhe acorde com flores pela manhã...que saiba entender silenciosamente seus momentos de fragilidade pela tarde...que a cumule de gentilezas até o anoitecer..e que na cama, à noite, se ela estiver receptiva, lhe faço um mimo com um orgasmo bipolar trifásico...rs
Bj

James Pizarro