terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Ajuda de vitrine

Foi um fim de ano modorrento e feliz. No calorão que anda fazendo e nas loucuras climáticas que me deixam de boca aberta eu fui levando os dias. Ontem, como vocês devem saber, a região da Quarta Colônia foi atingida por uma forte chuva que fez os rios transbordarem e muita gente perdeu casa, móveis e familiares. Como já é rotina aqui em casa, cada um foi para o seu canta buscar coisas para doar: roupas, sapatos, alimentos. Aos poucos, o porta-malas do carro estava lotado. E lá fomos eu, minha mãe e minha vó levar as doações. De tempos em tempos, reservamos um espaço para ajudar as pessoas, tudo organizado. Cresci nisso e acabou virando rotina. Nãoé um ataque de bondade, é algo que faz parte de mim. Sempre ouvi que ajudar não é piedade e sim algo natural, que acontece sem a gente perceber. Por isso, me deu certa raiva ver senhoras respeitáves da sociedade faxinalense fazerem um verdadeiro escarcéu na hora de entregarem suas doações. Estavam todas no melhor estilo "olhem, eu ajudo os outros, sou legal". Eu e as demais mulheres da família chegamos, entregamos e nos limitamos a dizer que estávamos disponíveis para ajudar na entrega do material arrecadado. Sem alarde, sem que ninguém visse.
Ajudar os outros devia ser algo natural e não um motivo de glória. Ninguém garante vaga no céu por isso. Aliás, eu tenho lá minhas dúvidas que o tal céu exista. Ajudar faz bem pra gente e não é descargo de consciência, é instinto.
Resolvi escrever esse posto porque ando cansada de gente que é só casca. Ser bonzinho não devia ser o objetivo de ninguém. Ser humano é que devia ser lei.

Bjus da Bia

2 comentários:

James Pizarro disse...

"Tende cuidado em não praticar as boas obras diante dos homens, para serem vistas, pois, do contrário, não recebereis recompensa de vosso Pai que está nos céus. -Assim, quando derdes esmola, não trombeteeis, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem louvados pelos homens. Digo-vos, em verdade, que eles já receberam sua recompensa. - Quando derdes esmola, não saiba a vossa mão esquerda o que faz a vossa mão direita; - a fim de que a esmola fique em segredo, e vosso Pai, que vê o que se passa em segredo, vos recompensará. - (S. MATEUS, cap. VI, vv. 1 a 4.)
***********
Bia :
A tua atitude é essencialmente cristã, eticamente digna, misericordiosamente perfeita. E já mereceu orientação na Bíblia há 20 séculos - conforme transcrevi acima.
Por isso - e por outras coisas - é que eu te quero um bem infinito.
Beijo

James Bond+

ana b. disse...

minha pequena irmão. teu valor está sobretudo nas tuas atitudes. te amo.