segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Eu pensei...

...sinceramente em dar um fim a esse blog. Não que eu não goste, mas é que andava sem idéias e sei que quem vem aqui deve ficar fulo da vida de ver que não tem post novo. Enfim, pensei em dar um fim. Mas como tudo na vida, pensei melhor. E resolvi que esse cantinho é minha válvula de escape, mesmo que eu tente com todas as forças disfarçar esse fato.
Tive um fim-de-semana cheio de coisas. Vi algumas pessoas que amo irem embora por um bom motivo. Dei força, incentivei, sorri com significado de"vai! é esse o caminho". Mas nem por isso não sofri. Despedidas nunca costumam ser fáceis. Ainda mais quando quem vai embora é quem está sempre do teu lado.
Também dei boas gargalhadas. Tenho amigas que falam tanto quanto eu e basta um sofá velho e doce de leite pros diálogos insólitos não terem mais fim.

-Que sapato horrível!
-Ah, eu gostei.
-Mas tu pode!Se eu pôr um desses, a Maga Patalógica vem correndo pros meus braços gritando "filhinha querida!!!"

Pensei muito, também. Refleti sobre as minhas escolhas, os meus erros, as minhas vontades e os meus arrependimentos. E cheguei a conclusão de que não tem porquê pular do trem nessa altura da viagem. Vou esperar a estação tão sonhada chegar.

Bjus da Bia

3 comentários:

Julio Marin disse...

Que lindo BI...
Como dizem, é isso aí!
Adoro ver tuas reflexões neste blog lindo. Não desperdice teus ápices, mesmo que estes sejam de isolamento. (...) As despedidas, as perdas e tudo o que nos afastam das pessoas que amamos fazem parte daquilo que um dia chamaremos de passado e que construirão aquilo que seremos, na totalidade - se isso é possível.

Acreditar nos sonhos, dividir eles com os amigos... comer um doce de leite no sofá... com certeza não coisas melhores...

Um super beijo... mas do Julio e não da Bia...

Julio Marin disse...

Que lindo BI...
Como dizem, é isso aí!
Adoro ver tuas reflexões neste blog lindo. Não desperdice teus ápices, mesmo que estes sejam de isolamento. (...) As despedidas, as perdas e tudo o que nos afastam das pessoas que amamos fazem parte daquilo que um dia chamaremos de passado e que construirão aquilo que seremos, na totalidade - se isso é possível.

Acreditar nos sonhos, dividir eles com os amigos... comer um doce de leite no sofá... com certeza são as melhores coisas da vida...

Um super beijo... mas do Julio e não da Bia...

JAMES PIZARRO disse...

O negócio é viver de 24 em 24 horas...now, here...nada de lamentar o passado (que é mera saudade e recordação)...nada de planejar muito o futuro (que é mera PRÉ-OCUPAÇÃO).
O negócio é o HOJE...e agora...
Sobre o Passado e sobre o Futuro não temos maneira de agir,de atuar, de modificar...
Mas hoje, no presente, temos ! Pois centra fogo no HOJE !
Uma coisa de cada vez...primeiro as primeiras coisas...Ou comodiria Jack, o estripador : "Vamos por aprtes".
Beijo

James Bond+